2010-10-29

peganaminha.com e balance.org

Tem uma monte de mulambo por ai que vai passar a vida inteira achando que serve para alguma coisa, mesmo sem saber para que serve ou serve de fato. Eu não sou do tipo que acredita no mundo.

Por não acreditar na vida...
                                 
 Não nessa ai, que é sem cor.
Vida sem vida. 

                                                                                 ...faço da maneira que eu quiser e vivo do modo que quero viver e falo o que quero dizer e me fodo e te fodo e fodo o mundo e foda-se!

Sou meu próprio motor e não espero reconhecimento, tenho calma pra criar meu proprio espaço no espaço.



2010-10-28

Esse ano que passou não passa.

.

Essa vida é um desmantelo

Cuidado que eu sou muito vivo. Me mate que sou muito vivo. De outra vez fico achando que carrego todo o peso do meu mundo em minhas costas. Choro de saudade. Fico puto com a distancia. Como se não bastasse todo esse velho amor mofado, hoje um amigo postou umas fotos na net e lá estava a foto de nós dois a seis anos atrás. Facada. Faça isso comigo não. É nessas horas que percebo que nada há de pagina virada ou como tudo é um tipo de
  (MERDA!MERDA!MERDA!MERDA!MERDA).
Agora estou novamente de mudança. Vou deixar de morar só. Dividir é preciso. Pelo menos não vou estar, aparentemente, sozinho. Artista maluco nu no Brasil tem que comer merda pela raiz. Até quando vou suportar com bom humor. Logo jogo o humor fora e vou ser só um ogro mau humorado. Enquanto esse tempo não chega vou rir. Rio pra não chorar. O novo é que por hora apaixonei-me. Só por hora.


Beijos no cú de oces tudo.

2010-10-09

Ficção. Por trás é outro por trás.

Pensei. Nao pensei. Não pode ser. Estaria eu me apaixonando por uma menina de 15 anos?!. Deve ser delírio. Carência. Ou vontade de ser feliz. De educar e ser feliz. Tudo tão belo e inocente que me faz acreditar que o tempo. E esse tempo de trauma e sofrimento faz de nós adultos e mortos ou mornos. Aos 15 é tudo tão clarinho. E penso. Não penso. E se eu a fizesse feliz por toda a vida? Sereria ela tão clara ao meu lado até que a morte nos separe. Preciso esquecer. Me concentrar em ser adulto. é só.

Um dia - ário

7:30 da manhã. No ponto. Até ai começou o dia. Um banho banhado, uma oração de bom dia e sigo com aquela firmeza que me trouxe até aqui. Na padaria tem pão, sim, tem pão, tem chapa - Faz um pão pra mim, meu chapa. De carro seguimos, eu e a equipe, rumo ao Andaraí, escola pública que nos comprou duas apresentações. A primeira foi, a segunda foi... Nem bom, nem ruim, apenas nosso trabalho, dever cumprido. Depois, a convite, fui parar no Saara. Compras. Fazer hora. Oba. As 19h tem ensaio com Moacir. Lapa. Comprei dois tênis. Um para bater e outro pra surrar. Bati papo com minha amiga e companheira de trabalho. Hora feita. Segui pela Praça Tiradentes em direção ao local do ensaio. Cheguei com uma vontade de ir ao banheiro e fui. Limpo e leve troquei de roupa e começamos nossas cenas e leituras e o Moacir Galho Dentro exigindo de nós o que os bons diretores exigem de seus atores. Toma-lhe ensaio até às 23h. Certo. Meus olhos não estavam mais tão abertos. Pensei em ir pra casa. Um grande amigo/irmão está no Brasil de passagem, visto que mora fora do país. Depois do ensaio fui, de caroninha, para a Praça São Salvador. Beber mesmo. E tava lá até minha ex-mulher. Lindinha como sempre. E tira foto e bebe e da risada. Lá pelas duas da madrugada, bêbado e solidário me ofereci para levar minha ex em casa, na casa da minha ex-sogra, onde mora com meu ex-gato. Laranjeiras e Chuva no lombo. Conversamos. Nada de reviver nada que a gente não tá mais nessa. Deixei a bichinha lá e sou gente boa. Pé na estrada que é noite de madrugada. Andei até o Largo do Machado. Relógio no pulso, bolsa de compras do Saara e nenhum medo. Pra me assaltar tem que ser mais homem do que eu. Depois de algum tempo, molhado e suado, cheguei no ponto. Rocinha é o primeiro lugar da baldeação. Bêbado e com fome. Para não enjoar, comi um salgadinho de passar mal em casa. Famoso salgadinho caseiro: come agora e vai morrer em casa. Madrugada de ventania, fiquei com medo e peguei um ônibus até o largo da Barra. Conheci o Babá. Bêbado inveterado. Inteligente e divertido. Se eu não conhecesse o pai do Bruno Aragão, diria que o Baba era pai do Brunilsom. Me diverti pacas com as idéias do meu amigo bebum. Peguei um ônibus pra Santa Cruz. Morar no Recreio não tem preço. Mas é longe pra caralho. Desci na Avenida das Américas e me fui andando e já querendo passar mal até em casa. Caminhada de 15 minutos. Bêbado com uma sede do caralho, fiz em 5 minutos. Desejei um bar aberto. Precisava tomar água. A sede era tanta que a cada possa de água eu tinha uma vontade de dar uma golada. Nada estava aberto as cinco da manhã. Cheguei em casa com o corpo tremendo. Bebi uns 10 copos de água e tudo estava pedindo pra sair. Odeio vomitar, mas isso não é coisa que se escolhe. Tomei um banho e fui dormir por volta de tarde. Dia claro. A vida é um desmantelo.



2010-10-03

A brilhante estratégia do PV- PSDB

Por Fernando Lopes Lima, domingo, 3 de Outubro de 2010 às 23:42.

Eis o segundo turno tão esperado por Serra e sua corja de saqueadores.

Meus amigos, agora ficou claro que os políticos fazem estratégias e nós, eleitores, não. Votamos sempre com a merda do coração. Para alguns amigos eu cheguei a falar que isso poderia acontecer... Conversei com muitos que votariam na Dilma, mas que optaram por votar na Marina, na última hora. Dito e feito, Serra e seus aliados conseguiram o planejado segundo turno. Agora, ao menos as mascaras vão cair e pelo que sei a Marina vai apoiar o Serra.

Os eleitores da Marina só esquecerem de pensar por qual partido a Marina veio candidata. Para alguns essa questão de direita e esquerda não interessa. Outros até acreditam que PT e o PSDB são iguais. Mas o fato é o que PV sempre foi aliado do PSDB, do DEMo, o Gabeira era aliado aqui no Rio do Cesar Maia e esteve ao lado de FHC, votou sim para todas as privatizações e esteve ao lado de tantos outros abutres e tucanos que ele mesmo se tornou um. A Marina está indo pelo mesmo caminho. Uma pena. Agora veremos ela fazer campanha para o Serra. Deus queira que eu esteja errado. Foi bastante conveniente e, diga-se, inteligente, da parte da oposição, lançar a Marina como candidata. Visto que a candidata do PV tiraria mais votos da Dilma do PT e empurraria o Serra do PSDB para o segundo turno. Se não fosse isso, certamente a Dilma, com toda sua antipatia, ganharia no primeiro turno e nós não correríamos o risco de ter de volta ao poder esses nossos ardilosos partidos de direita.

Votei na Dilma não pela Dilma. Votei na Dilma por acreditar no presidente Lula e em seus 8 anos de governo. Mesmo com todos os erros, o Brasil conseguiu avançar em algumas questões importantes. Mas, acima de tudo, voltei na Dilma contra o Serra do PSDB.

Ou a Marina é vira-casaca, ou é ingênua, ou faz parte do joguinho sujo do PSDB. Não podemos esquecer que o Serra é daqueles que inventa até filho bastardo de seus adversários. Alguém lembra desse episódio em uma eleição passada em o Lula perdeu? Eu recebi email dizendo que a Dilma é contra Deus e a família. Até o dia 15 de Novembro vai aparecer muita baixaria denunciada pela revista VEJA/PSDB.

Essa semana a Marina disse para imprensa, varias vezes, que gostaria de disputar o segundo turno com a Dilma, mesmo sabendo que não teria votos suficientes para chegar em segundo lugar. Vejamos os números e podemos ver que a quantidade de votos na Marina fez mais diferença para Dilma do que para o Serra.

Ok, não podemos chorar pelo leite derramado. Vai ser perigoso e também divertido este segundo turno. Vamos ver algumas mascaras caírem.

Espero mesmo que a Marina não cuspa no prato que comeu e pare para pensar em que tipo de governo ela desejar para o Brasil. Quem viveu a era FHC sabe do que estou falando. Fora Serra, Marina, Gabeira, César Maia. Meus amigos, nós temos a chance de continuar no rumo ou dar vários passos para trás. Como diria a "namoradinha do Brasil": tenho medo!

No segundo turno vote 13. Vote Dilma presidente.